Poupança não é investimento!

Se você ainda é daquelas pessoas que tem o costume de deixar o dinheiro debaixo do colchão ou escondido em algum “lugar secreto” dentro de caso, talvez possa considerar a Caderneta de Poupança como uma excelente aplicação financeira para guardar o seu dinheiro.

Isso mesmo, guardar! Pois não podemos considerar a poupança como um investimento “sério”.

A maior parcela da população brasileira ainda guarda dinheiro na Poupança e acredita que está investindo, mas a única explicação para este fato está na falta de educação financeira.

Se pegarmos os dados oficiais divulgados pelo Banco Central e pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) perceberemos a existência de muitas pessoas com mais de um milhão de reais guardados na Poupança. Para ser mais exato, no início de 2018, existiam cerca de 12.500 pessoas com quantias superiores a R$ 1.000.000 depositadas na velha e guerreira Caderneta.

Não há nada errado em botar o seu dinheiro na Poupança, mas é preciso saber que em períodos de preços elevados, como presenciamos em 2015 e 2016, o rendimento da poupança é inferior à inflação. Desta forma, ao deixar o dinheiro “parado” na Caderneta você estará empobrecendo com o passar dos anos, pois estará perdendo o seu poder de compre frente à subida de preços.

Suponha que você possuía R$ 100 (cem reais) para comprar uma calça de mesmo valor, mas preferiu deixar este dinheiro guardado na Poupança. Após um ano, você sacou este dinheiro mais os juros do período e foi novamente à loja para comprar a mesma calça que custava cem reais no ano passado. Entretanto, você teve uma decepção, pois o preço da calça subiu de acordo com a inflação e o seu dinheiro na Poupança não é mais suficiente para comprar a calça.

Esta é a situação vivida por pessoas que simplesmente esquecem o seu dinheiro na Poupança em épocas de inflação alta.

Sendo assim, não se contente em simplesmente guardar o seu dinheiro! Faça investimentos com rentabilidade acima da inflação para conseguir um aumento efetivo de patrimônio que o leve na direção da sua independência financeira.

Mesmo quando a Poupança não está rendendo abaixo da inflação temos outras opções muito mais interessantes e inteligentes. E o melhor é que você não precisa fazer aplicações arriscadas para ter retornos mais elevados uma vez que existem diversos investimentos seguros disponíveis no mercado financeiro.

As principais aplicações dos investidores iniciantes são títulos públicos do Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA. Entretanto, para aquelas pessoas com perfil mais arrojado é possível se aventurar também no mercado de renda variável através do mercado de ações (Bolsa de Valores) ou do mercado Forex (câmbio de moedas).

Portanto, agora que você já sabe que a Poupança não deve ser encarada como um investimento, reserve um tempo para conhecer as aplicações financeiras citadas neste artigo e comece hoje mesmo a sua caminhada rumo à prosperidade!

Como aumentar o lucro dos meus investimentos?

Leave a Reply

Your email address will not be published / Required fields are marked *